Resenha | Pão para Hambúrguer Integral – Wickbold

Quando eu falo sobre algum hambúrguer caseiro que fiz, normalmente recebo dúvidas não só sobre o bife, mas também sobre o pão. Pode parecer que os pães de hambúrguer levam leite em sua composição, mas felizmente a grande maioria deles não.

Além de se preocupar com o leite,  é sempre importante cuidar para conferir se não tem mel (normalmente em pão australiano) ou até mesmo gorduras de origem animal.

Certa vez estava louca para fazer hambúrguer em casa e comecei a catar uma opção vegana no mercado. Após algumas leituras de embalagens achei o Pão para Hambúrguer Integral da Wickbold que me pareceu ser uma boa opção. Para ter certeza de estar fazendo uma escolha correta, conferi no grupo Trollajuda no Facebook e para a minha felicidade ele estava listado lá como uma opção vegana! 🙂 Desde então, praticamente só tenho comprado deste, visto que é bem fácil de achá-lo em Porto Alegre na rede Zaffari de supermercados.

Esta opção de pão é comercializada em uma embalagem contendo quatro unidades de 50g cada.

Pão para Hambúrguer Integral Wickbold

O pão não é 100% integral, mas também não é o falso integral. Ele tem a farinha de trigo integral como seu principal ingrediente.

Ele pode conter traços de leite e ovos, portanto não é indicado para quem tem alergia ou para quem opta por não comprar produtos com traços.

Pão para Hambúrguer Integral Wickbold

Ele tem o tamanho perfeito para fazer hambúrgueres. Não é pequeno a ponto de não caber um bife de hambúrguer, nem muito grande a ponto de o bife se perder lá dentro. A altura dele também é bem apropriada para o uso. O tamanho dele é ótimo.

Por cima ele não tem gergelim, e sim uns farelinhos.

Pão para Hambúrguer Integral Wickbold

Ele bem aerado e consequentemente bem fofinho. Todos que eu comprei até agora sempre estavam macios e deliciosos!

Pão para Hambúrguer Integral Wickbold

Este pão tem um sabor levemente adocicado, por conta do açúcar mascavo em sua composição. Eu acho o sabor dele ideal para fazer hambúrgueres que levem em sua composição cebola refogada com shoyo. A combinação fica perfeita!

Pão para Hambúrguer Integral Wickbold

Se você está na dúvida de qual pão de hambúrguer escolher para fazer o seu próximo lanche vegano, este pão de hambúrguer da Wickbold é uma ótima opção! 🙂

Refeições da Semana #5

Depois de um bom tempo voltei pra contar um pouquinho de como foi minha alimentação durante a semana. Em janeiro eu tive uma alimentação super regrada e saudável, já em fevereiro a coisa já foi bem desregrada. 😛

O registro abaixo é da semana do dia 27/02 até 02/03.

Segue o resumão:

Café da Manhã:

O café da manhã desta semana foi totalmente sem regras. Eu praticamente comia o que tinha pronto pra pegar. Teve dia em que comi só bananas e teve dias em que comi pão de alho da noite anterior. 😛

Lanche da Manhã:

Durante a semana toda eu não comi nenhum lanche no meio da manhã. Partia direto do café da manhã para o almoço.

Almoço:

Na segunda-feira fiz arroz com cenoura e batata palha e purê para o almoço e o que sobrou acabou sendo o almoço de terça também. Na quarta fiz um macarrão muito rápido porque não tinha deixado comida pronta. Na quinta comi um almoço improvisado com um pouco de tudo que era rápido de fazer e na sexta comi sanduíche com hambúrguer de tofu. Sábado fomos a um “Salchipão” ao meio dia e levamos já o nosso pronto, feito com linguiça calabresa da Vegabom. Domingo foi dia de faxinão então a comida tinha que ser muito rápida e acabei fazendo um macarrão ao alho e óleo.

Lanche da Tarde:

Essa semana também não teve lanche da tarde nenhum dia.

Café da Tarde:

Na terça o café da tarde foi churros! <3 Já nos demais dias eu não fiz essa refeição, parti direto para a janta.

Janta:

A janta de segunda-feira e de terça foi arroz, feijão, cebola refogada, bife de soja/glúten e batata frita. Na quarta-feira meus pais fizeram churrasco e eu aproveitei para assar uns pães com alho antes que eles começassem a função toda. Na quinta comi uns vegetais refogados e coxinha de jaca (sim, a janta foi esta mistureba louca…hehe). Na sexta-feira aproveitei que meus avós voltaram de viajem para matar a saudade de comer a batata frita que o vô faz (melhor batata frita da vida!). Sábado e domingo a janta foi a mesma comida do almoço.

Como deu pra ver esta semana não foi nada saudável! 😛

Condicionador Antiqueda Phytoervas

Quem acompanha o blog por um tempo sabe que eu adoro os produtinhos da Phytoervas. São fáceis de encontrar e possuem um preço acessível. Sempre que posso compro um novo para testar e o último escolhido foi o Condicionador Antiqueda.

Meu cabelo não costuma cair muito. Entretanto, em algumas épocas do ano ele passa por uns períodos de muita queda. Não sei se por conta da estação do ano ou de eu passar um longo período comendo junk food, mas o fato é que nesses períodos ele cai bastante, de passar a mão e sair varios fios, desde inteiros a pedaços de fios. Quando eu vi que estava começando um destes períodos eu comprei este condicionador.

Usei o potinho todo já e minha constatação é que ele não faz milagres, mas ajuda sim a combater a queda. Notei que ao longo do período utilizado foi diminuindo a queda e os fios ficaram um pouco mais saudáveis.

Como todos os condicionadores da marca, ele deixa o cabelo bem macio e fácil de pentear, então só o fato de ser um bom condicionador já serve como um motivo para me fazer voltar a comprar o produto. Acredito que vale o investimento e vale fazer o teste para ver como qual o efeito do produto no seu cabelo. Talvez usando por um período mais extenso os efeitos sejam ainda melhores.

Ele custa cerca de R$ 22,00 e vende em farmácias e supermercados.

Look do Dia: Life is Too Short to Make Others Shorter

Outro post de look do dia por aqui! Desta vez mostrando mais uma camiseta minha que eu comprei na Feira Vegana de Porto Alegre no stand da JoiJô. 🙂

Usei ela para dar um passeio com o meu pai e depois ir correr. A estampa tem o desenho de uma galinha, um porco e uma vaca e a frase “Life is Too Short to Make Others Shorter”.

Durante o passeio passamos por vários sítios. Em um deles tinham muitos bezerros deitados perto da cerca e eu quis parar para interagir com eles. Logo que cheguei perto todos eles levantaram e saíram de perto. Então meu pai disse para eu sentar e aguardar. Sentei, fiquei conversando com ele e quando me virei novamente vi que todos os bichinhos lindos estavam na minha volta me encarando. Me emocionei muito com a cena! Não achei que eles voltariam pra perto, mas vieram todos bem curiosos querer entender quem eu era. Lindos! <3

Na volta ainda vimos um porquinho muito amor que estava correndo absurdamente como um cachorrinho derrapando na terra e brincando. ^^

dsc_0926

dsc_0925

dsc_0928
dsc_0931

dsc_0929

dsc_0936