Bauru Falafel Vegetariano do B Bauru

Semana passada fui ao shopping, mas não estava com vontade de comer nenhuma das poucas opções existentes por lá. Eu já estava me acostumando com a idéia de ter que cozinhar em plena sexta à noite quando inventei de pesquisar por um lugar que eu sempre passava em frente, mas nunca tinha ido, o B Bauru.

Ao acessar o site do estabelecimento vi que incrivelmente eles tinham uma opção vegetariana que podia facilmente ser adaptada para ser vegana. O Bauru Falafel Vegetariano que é preparado com hamburger de falafel, queijo, alface e tomate.

Só que como nada é tão simples assim na vida de um vegano eu liguei para o estabelecimento para perguntar se não havia nada de ingrediente de origem animal no pão, após uma consulta a atendente me informou que não havia nada de origem animal no pão, nem leite, nem ovos.

Após desligar o telefone me lembrei que não perguntei nada sobre como era preparado o hambúrguer (visto que muitos ovolactovegetarianos usam ovo para dar liga na preparação). Quem atendeu o telefone pela segunda vez foi o proprietário que após a minha pergunta me questionou “Vocês são veganos, né?”. No inicio eu ia nos estabelecimentos e perguntava se tinha algo que era vegano e parecia que eu tinha falado “HIEGYKGUYJDFSDFH SDFSDF SDFSD?”, eu parei de fazer esta pergunta quando uma atendente perguntou para a sua gerente se tinha algum salgado “SEM VEGANO”. Haha Desde então eu passei a perguntar quais eram os ingredientes, portanto achei incrível ter sido perguntada sobre o veganismo em um estabelecimento que tem como grande maioria em suas opções itens com carne. O Sr. Antônio me atendeu e disse que tinha alguns clientes que eram veganos, que sempre pediam o sanduíche sem queijo e me informou que os ingredientes do hambúrguer são apenas grão de bico, coentro, cebola, salsa, sal, pápriva, alho, cominho e farinha de trigo.

Fomos então até o B Bauru. O estabelecimento tem vagas para estacionamento na frente e nas laterais e a loja é um ambiente pequeno e bem aconchegante, estilo lanchonete mesmo e tudo bem limpinho. Eu pedi uma porção pequena de fritas e o Bauru vegetariano sem queijo. Pedi também adicionais ao Bauru, por R$ 1,00 cada, é possível adicionar palmito, tomate seco, abacaxi, pêssego e cebola. No meu caso, solicitei a adição de tomate seco e palmito.

Incialmente chegaram as fritas, bem quentinhas, sequinhas, fininhas e em uma boa quantidade. Poucos minutos depois chegou o bauru, bem grandão e muito apetitoso. Pão novinho e macio, salada fresquinh0a, os adicionais que eu havia solicitado em quantidade e um hambúrguer de falafel bem temperadinho! Maravilhoso!

 

Ainda tivemos a oportunidade de conversar com o Sr. Antônio que contou sobre o sucesso do lanche vegetariano com o público e sobre a intenção de criar mais opções para os adeptos. Saí de lá com o e-mail dele, para quem eu enviei diversas sugestões e idéias para que possíveis lanches veganos sejam adicionados ao cardápio no futuro.

Foi uma ótima experiência a qual eu com certeza repetirei mais vezes!

O B Bauru fica na Zona Norte, na Av. do Forte 1844 e faz tele-entrega para toda a Porto Alegre.

O Bauru vegetariano sai por R$ 15,00 e as fritas por R$ 4,50.

Pizzas Veganas da Flor de Maçã Tele-Pizza

Porto Alegre tem diversas opções de restaurantes veganos, porém infelizmente estão todas concentradas mais para o Centro e Cidade Baixa. As demais regiões são bem pobres em opções.

Uma opção um pouco mais afastada do Centro é a Pizzaria Flor de Maçã que trabalha com tele-entrega de pizzas e no cardápio conta com opções veganas.

Mesmo sendo um pouco mais afastada do “Centro Vegano” de Porto Alegre ainda é bem longe de onde eu ou meu noivo moramos então tivemos que ir até o local visto que a área de entrega não abrangia onde precisavamos.

A Flor de Maçã fica na Protásio Alves, número 822 no bairro Rio Branco. Chegamos até o local, estacionamos em uma rua próxima e facilmente achamos o endereço.

Pelo fato de a pizzaria trabalhar apenas com tele-entrega, não existe bem um ambiente apropriado para a espera. Logo na entrada existe apenas um pequeno espaço com alguns freezers, uma mesa e algumas cadeiras utilizadas pelos motoboys que ficam aguardando os pedidos a serem entregues.

Como não haviamos ligado para realizar o pedido, quando chegamos os motoboys chamaram uma simpática moça que nos trouxe o cardápio, tirou nossas dúvidas e anotou nosso pedido.

Pedimos a Pizza Super com os quatro sabores especificamente veganos:

  • ESTROGONOFE VEGANO
    Molho de tomate, tofupiry, estrogonofe de soja, creme de soja, champignon, batata palha e orégano.
  • ORIENTAL
    Molho de tomate, tofú, alho, missô, cebola, manjericão fresco e orégano.
  • PIZZA SEM QUEIJO
    Molho de abobrinha com pimenta, espinafre, cenoura, alho, curry, amendoim, uva passa e orégano.
  • VEGANESA
    Molho pesto, alho, tofú, gengibre em pó, champignon, tomate em rodelas, cebola em rodelas, pimentão em cubos e orégano.

Fomos avisados que teríamos de aguardar cerca de 20 minutos então decidimos dar uma caminhada pelas redondezas naquele fim de tarde. Caminhada esta que eu não aconselho, não vimos nada de belo, apenas o cenário típico do centro de uma cidade grande ao anoitecer. Só vimos pessoas que pareciam tristes e sozinhas.

Voltamos a pizzaria e ficamos conversando com um dos motoboys e em pouco tempo chegou nossa pizza, quentinha e com a batata palha separada em um saquinho para não murchar. Pegamos também um suco natural, pagamos no cartão e fomos para casa.

Chegando em casa, abrimos a caixa da pizza, que estava bem montadinha e colorida, e cortei os pedaços para saborearmos.

Pizza Vegana da Pizzaria Flor de Maçã

Pizzas Veganas da Pizzaria Flor de Maçã

Não sei se coloquei muito expectativa na pizza, mas fato é que eu não gostei. Nao gostei nem um pouco e por vários motivos:
O tofupiry, imaginei que seria algo mais “molhadinho”, mas na verdade era uma ricota de tofu;
Todos os sabores estavam secos demais, faltou molho ou ingredientes preparados de uma forma que deixasse tudo mais suculento;
A massa era extremamente fina e seca (para combinar com o recheio seco 🙁 ).
O sabor com o missô estava extremamente forte, eu que adoro sal e pimenta em quantidade não aguentei comer;

Queria muito ter gostado, mas realmente não rolou, senti como se eu tivesse feito uma massa de pizza em casa que não deu certo e jogado um monte de salada e grãos sem nenhum tempero em cima. Ou seja, definitivamente não valeu os R$ 55,90 pagos pela pizza super.

Para ajudar ainda esta experiência eu passei mal! Sim, passei os dois dias seguintes sem conseguir colocar nada no estômago e tudo o que eu comia eu botava para fora de formas nada agradáveis. Meu noivo comeu dois sabores da pizza e não passou mal, eu comi todos os 4 e passei mal, então não sei se foi uma reação exclusiva do meu organismo ou se algum sabor ali tinha algo estragado.

Péssima experiência, continuarei minha busca por pizzas veganas.