O Drama das Primeiras Compras

Vou começar a escrever alguns textos com o propósito para expor a minha opinião e visão sobre alguns assuntos. Já faz um tempo que eu comecei a fazer uma listinha de tudo o que eu acho interessante falar por aqui e agora vou começar a escrever. Sei que alguns textos podem se tornar polêmicos então quero deixar claro que tudo que for escrito é apenas a minha opinião, é o que eu acredito. Ninguém é obrigado a concordar com nada que estiver aqui e eu também posso mudar de ideia sobre alguns temas conforme o passar do tempo e amadurecimento. Não sou formada em psicologia, nutrição, não tenho um “diploma vegano”, nem muito menos sou dona da verdade. Sou alguém, que como a descrição do blog já diz, estou conhecendo o mundo vegano, e vou postar estes textos para, com base nas minhas experiências pessoais, tentar ajudar pessoas que também estão começando no veganismo. Este primeiro texto é sobre o drama que foi para mim fazer compras no inicio e como eu encontrei o equilíbrio.

1
Quando decidi me tornar vegana eu pensei que a partir daquele momento eu nunca mais compraria nada com ingredientes de origem animal nem de marcas que testam em animais. Fiz diversas pesquisas, consultei muitos sites antes de sair para as primeiras compras, achei que estava pronta para fazer tudo certo, mas me enganei.
Quando cheguei no mercado vi que muitos dos produtos/marcas eu tinha anotado não tinha para vender ali. Fui à outros mercados e também não encontrei. Busquei mais informações naquela mesma semana, mas ainda sim tinha itens essenciais para mim que eu não encontrava nas versões citadas.
Não sei explicar muito bem, mas me senti bloqueada, presa, amarrada. Isso emocionalmente, mas que eu sentia quase em um nível quase físico. É estranho, mas aquele bloqueio, de não comprar várias coisas básicas porque eu não tinha uma fonte confiável me informando que era vegano me fez entrar quase em colapso.

2
Passado algum tempo, respirei, pensei e achei a solução que funcionou para mim e espero que ajude quem também está passando por isto que eu passei. Essa frustração por fazer todas as compras perfeitas ainda me acomete as vezes, mas sigo estas dicas que estou passando e consigo então aceitar que eu não tenho como saber tudo e que devo continuar evoluindo sempre. Bom, vamos as dicas para lidar com o drama das primeiras compras!

  • Faça uma lista de produtos veganos. Uma listinha onde você vai anotando tudo que você vai descobrindo por fontes confiáveis de que é vegano. Não entre na neura, não tente fazer um dossiê de uma vez só, vá anotando conforme fores descobrindo. Essa lista pode ser física ou digital, o importante é que esteja sempre na sua bolsa/carteira.
  • Faça uma lista de produtos, marcas e ingredientes que não são veganos. Adicione nesta lista tudo que é empresa que você ir descobrindo que testa em animais, ingredientes que sejam de origem animal e produtos que você saiba que não são veganos.
  • Na hora das compras leve as duas listas para consulta. De preferência por comprar os itens da primeira lista e não compre de jeito nenhum os itens da segunda lista.
  • Os produtos que você precisar comprar e que você não tiver encontrado com base na sua lista de produtos veganos compre dos que não estão na “lista negra”. Para estes produtos sugiro algumas outras dicas:
    • Se você tiver no mercado e tiver como acessar a internet jogue no Google o nome do produto junto com a palavra “vegan” e veja se descobre algo útil sobre ele.
    • Prefira produtos que tenham o mínimo de ingredientes diferentes possível. Quanto menos ingredientes desconhecidos por você, menores as chances de você estar comprando algo não vegano.
    • De preferência para marcas mais desconhecidas e empresas menores. Quanto menor a empresa, menor os riscos dela fazer parte de alguma grande corporação que realiza testes em animais.
  • Para se manter sempre informado e continuar evoluindo no veganismo acesse diariamente algum portal como o Vista-se, selecione alguns blogs veganos que você gosta e acesse eles frequentemente e entre para vários grupos sobre veganismo no Facebook. Nos grupos, sugiro que sempre que surgir postagem de produto industrializado, você acesse os comentários para verificar quais informações as pessoas tem sobre aqueles produtos.
  • Quando fores fazer uma compra programada de algo especifico, pesquise sobre o item e/ou entre em contato com o SAC da empresa.
  • Se você gosta e tem o costume de comprar algum produto de alguma marca busque informações sobre ele em sites confiáveis ou entre em contato com o SAC.

3
Basicamente seguir estas dicas foi esta a solução que eu encontrei para me aceitar vegana e não pirar de vez. Faço o meu melhor e procuro constantemente evoluir.
Espero que o texto tenha ajudado de alguma forma! 🙂