Penne ao Molho Pesto de Rúcula

Massa ao molho pesto é tão gostoso e tão rápido de fazer que eu realmente não sei o porquê de eu não fazer com mais frequência. E o bom do pesto é que além da receita orginal dá para fazer várias adaptações e ter diferentes e deliciosas versões do mesmo molho.

Estes dias fiz um pesto de rúcula que ficou ótimo então tirei fotinhos e anotei a receita para postar aqui. 🙂

 

1

Ingredientes:

1 xícara de rúcula
1 de xícara de nozes
2 dentes de alho
4 colheres de sopa de azeite de oliva
250 gramas de macarrão do tipo Penne
Água
Óleo
Sal à Gosto

Modo de Preparo:

Cozinhe a massa na água com óleo e sal à gosto. Escorra, lave, coloque em uma panela e reserve.
No liquidificador coloque 1/2 xícara de água, sal à gosto, a rúcula, as nozes, o alho e o azeite de oliva. Bata até ter um creme homogeneo.
Coloque o creme na massa e leve ao fogo baixo. Misture bem a massa e o molho por cerca de 2 minutos, retire do fogo e sirva.

2 3

Serpentine ao Molho Funghi

Amo molho funghi, mas detesto funghi. Mais alguém? 🙂 Sim, eu tiro todo o funghi e como só o resto com o molho. 😛 Por este motivo eu nunca tinha feito em casa, mas depois que virei vegana não vi alternativa para mim continuar comendo coisas com molho funghi se não fizesse em casa.

Comprei o pacotinho com funghi, fui anotando todas as receitas que eu encontrava e finalmente uns dias atrás consegui um tempinho para fazer um macarrão ao molho funghi.

2

Misturei um pouco as receitas que eu tinha anotado, mudei proporções, mas no fim ficou um macarrão magnífico! Só de lembrar dá vontade de fazer novamente. Yumm!! Segue a receita:

Ingredientes:

1 xícara de castanhas de caju
2 colheres de azeite de oliva
250g de macarrão do tipo Serpentine
1 xícara de funghi secchi
1 cebola pequena picada
1/4 de xícara de alho poró picado
4 dentes de alho picados
1 pitada de pimenta preta
1/2 tomate
Sal à gosto
Água
Óleo

Modo de Preparo:

Hidrate as castanhas por cerca de 45 minutos. Após o tempo determinado escorra e bata no liquidificador com 1/2 xícara de água, 1 dente de alho e o azeite de oliva. Reserve.
Coloque em um recepiente o funghi, 1 xícara e 1/2 de água morna e deixe hidratando por 25 minutos. Após o tempo determinado escorra o funghi reservando a água. Corte o funghi em tiras.
Cozinhe o macarrão serpentine em uma água com óleo e sal até ficar al dente, escorra a água, lave o macarrão e reserve.
Em uma panela coloque 3 colheres de óleo, o alho, a cebola e o alho poró. Refogue em fogo baixo até dourar. Adicione o funghi e a água reservada. Deixe cozinhar em fogo baixo até começar a secar o molho. Adicione o tomate, o creme de castanha, a pimenta e sal à gosto. Deixe cozinhar por mais cerca de 2 minutos. Coloque o macarrão na panela com o molho e misture. Desligue o fogo após todo o macarrão ficar envolto pelo molho.

1

Macarrão Spoleto

Um dos principais restaurantes existentes nas praças de alimentação dos shoppings que tem opção vegana é o Spoleto. O Vista-se tem uma matéria bem completa explicando direitinho quais são as opções veganas do restaurante.

Antes de virar vegana eu nunca havia comido nada no restaurante, mas assim que parei de consumir ingredientes de origem animal comecei a frequentar muito.

No Spoleto é possível comer um macarrão preparado de forma personalizada. Primeiro existe a opção de azeite de oliva ou mateiga (é só escolher o azeite), escolhe-se o tipo da massa e depois 8 ingredientes. Existem também molhos, mas nenhum deles é vegano! (Por que colocam manteiga no molho sugo??? Qual a necessidade disto? :S)

Normalmente eu escolho a massa fettuccine e como ingredientes: alho, alho poró, abóbrinha, brócolis, cebola, palmito, tomate seco, tomate e cebola. Para finalizar coloco salsinha, cebolinha e pimenta calabresa por cima. Yummm!!! Fica muito gostoso e com um cheiro incrível!

Macarrão Spoleto

Macarrão Spoleto

Uma dica que dou é logo no início já avisar que não vai querer molho e pedir para eles capricharem na porção dos ingredientes! 🙂

Costumo frequentar o estabelecimento do Iguatemi Porto Alegre e o prato que como sai por R$ 19,50.

Almôndega Vegetariana ao Sugo Superbom

Sou vegetariana a mais de 7 anos e estou seguindo princípios veganos a pouco mais de 1 mês. Criei o blog para relatar experiências, resenhar produtos e compartilhar desta jornada vegana. 🙂

Para o primeiro post vou falar sobre as almondegas vegetarianas ao sugo da Superbom.

Desde que eu me tornei vegetariana eu nunca senti falta de alimentos que parecessem com carne, pelo contrário, confesso que eu muitas vezes fico com uma espécie de receio. Eu pesquiso a marca, pesquiso o produto, leio 3 vezes a embalagem e ainda peço para outra pessoa ler para confirmar que não tem carne ali! hehe

Meu noivo é onivoro. Ele não sente falta de carne, porém ele sente falta de algo que faça este papel no prato, por este motivo comecei a comprar alguns produtos deste gênero.

Haviamos experimentado umas almondegas da Soja Mania que não foram aprovadas então compramos esta da Superbom para provar.

Diferente do produto da Soja Mania, as almondegas da Superbom nós adoramos! Depois de fazer todo o meu ritual de certificação da não existência de carnes, consegui saborear e gostei muito, meu noivo amou!

Almôndegas Vegetarianas ao Sugo Superbom

Almôndegas Vegetarianas ao Sugo Superbom

A lata vem com 8 almôndegas ao molho sugo, a instrução do fabricante é apenas aquecê-las, mas eu fiz algo um pouco mais elaborado, pois não sou fã destes molhos prontos. Fiz um molho sugo (bem simples, com tomate, cebola, azeite e tempero), quando o molho já estava pronto coloquei as almondegas e deixei cozinhar por mais uns 5 minutos. Este molho preparado coloquei sobre o espaguete. Ficou muito gostoso!

Já virou receita fixa lá de casa, quase toda semana tem!

O preço da lata é meio salgadinho, paguei R$ 12,50 no Nacional, a porção é suficiente para duas pessoas.