Soymilke Condensado de Soja – Olvebra

Quando me tornei vegana, achei que nunca mais comeria nada com leite condensado. Me surpreendi ao saber que além de todas as versões caseiras ainda existia uma industrializada à venda nos mercados.

A Olvebra tem o Soymilke Condensado de soja, que é uma opção para substituir leite condensado animal.

Ele é comercializado em uma latinha de 330g e tem a venda em lojas de produtos naturais e também alguns mercados. Em Gravataí já vi na Natureba e no Rissul do shopping, em Porto Alegre já vi no Zaffari e no Bourbon.

Não sei se eu que dei azar com as latas que peguei, mas tenho a impressão de que as latas de Soymilke são mais duras e mais difíceis de abrir com o abridor…

O condensado de soja é mais sólido do que o de leite animal. Minha mãe quando foi abrir inclusive comentou que ela estava esperando que o produto começasse a sair quando ela fez o primeiro furo na lata, mas isto não aconteceu.

Além de mais sólido ele também é mais doce e tem um sabor bem diferente do que o leite condensado animal.

Quando comprei ele pela primeira vez eu detestei! Dei a primeira colherada esperando o gosto de leite condensado e senti um gosto totalmente diferente. Fui fazer brigadeiro e ele ficou mole e estranho.

Pensei em nunca mais comprar ele, até um dia em que fui fazer um bolo que precisava de leite condensado para a calda. Apelei então para comprar ele novamente. Misturei ele com suco de limão para fazer a calda e ficou simplesmente incrível. Foi neste momento que eu vi que eu nunca ia conseguir ver as possibilidades dele e aproveitar do produto se eu tivesse esperando que ele fosse algo que ele não é.

Depois deste episódio usei ele várias vezes. Vi que para o brigadeiro ficar bom eu tinha que deixar mais tempo no fogo e deixar ele geladinho e assim foi indo, fui adaptando e hoje eu adoro ele. Gosto de sempre ter uma latinha em casa pra aquelas horas que bate um desespero por doce.

Se você for perguntar em algum grupo vegano o que pensam sobre este produto muitos vão dizer que amam e outros vão dizer que odeiam. Então leia minhas considerações neste post, mas independente disto, experimente e tire suas conclusões. 😉

Deixe uma resposta