Por que não ir a circos com animais?

 

Lembro que eu tinha um livro quando criança em que a personagem principal era uma menina que também se chamava Leticia e ela aprontava todas em uma ida ao circo. Acho que essa foi a minha primeira relação com circos.

Mais tarde fui em vários passeios de escola cujo destino eram circos. E é claro, sempre assistia as pequenas apresentações que circos faziam em programas de televisão. Sempre gostei muito do circo, mas desde pequena tinham duas coisas que nunca me agradaram: palhaços e animais.

O que me encantava no circo (e ainda encanta) eram as apresentações de contorcionismo, de trapézio e lira circense. Ficava encantada com as roupas brilhantes e coloridas, e impressionada com a capacidade dos artistas em fazer coisas mirabolantes com seus corpos. Confesso que praticamente sempre que eu voltava de uma apresentação eu tentava me dobrar toda para caber em uma mala vestida com um maiô de praia!

Faz muito tempo que não vou a circos então não sei como estão as apresentações atualmente, mas na época em que eu frequentava os palhaços faziam umas palhaçadas absurdamente sem graça. Sempre fui uma criança com uma mentalidade um pouco mais madura então enquanto a criançada ria de uma palhaço que atirava bolas de plástico no colega enquanto virava cambalhotas eu só conseguia pensar “quando que isso vai acabar e os trapezistas vão aparecer?”.

Quanto a animais eu não tenho nenhuma lembrança nítida de ter assistido pessoalmente, mas eu vi muito pela televisão e não gostava. Na época, muito nova que eu era, não tinha ainda nenhuma noção de direito dos animais ou pensava que eles pudessem ser maltratados. O que me fazia não gostar destas apresentações na época é o fato de eu sempre assistir com meus pais documentários sobre animais e a vida selvagem e quando eu via uma pessoa cara a cara com um tigre eu tinha medo por aquela pessoa e só pensava “isso não vai dar certo, nem quero ver”.

Diferentemente de como eu sou, sei que tem pessoas que adoram ver animais fazendo atividades não naturais a eles, eu mesma conheço várias pessoas que com certeza adorariam levar seus filhos ou irmãos menores para assistir animais se apresentando. O circo fantasia, ilude e obviamente só mostra o brilho e as cores. É preciso pensar. É preciso ver além.

4

Como toda atitude baseada no veganismo, não apoiar circos com animais tem tudo a ver com empatia.

Circos costumam se estabelecer em uma cidade, fazer um certo número de apresentações e partir para outra cidade. Os animais vivem encarcerados e ainda são obrigados a enfrentar viagens em condições mínimas. Levo meus gatos ao veterinário cuja distância da minha casa é cerca de 6km e durante este trajeto minha gata chega a ficar de boca aberta transpirando como um cachorro de tão nervosa e os meus dois gatinhos miam incessantemente durante todo o trajeto. Isto eles estando em caixas confortáveis de transporte e comigo conversando e fazendo carinho o tempo todo. Será que viagens são estressantes para animais?

3

São diversas as espécies de animais que são exploradas em circos. Em sua maioria são animais selvagens e de grande porte. É impossível garantir que sempre todos os animais estarão alimentados como deveriam. Afinal, já imaginou quanto um leão ou um tigre come por dia?

Muitos dos animais que são extremamente sociáveis na natureza não tem nem a possibilidade de conviver com outros da mesma espécie se tornando ficando estressados e depressivos.

1

Muitos podem querer acreditar que os animais não sofrem maus-tratos durante seus treinamentos. Talvez associando a adestramentos de cães em que você dá um petisco para em alguns dias fazer seu cão associar que ele deve se sentar quando algum comando for dado. Mas, animais de circo são selvagens. Você já tentou adestrar gatos? Eu posso dar uma comida mais especial para os meus gatos que eles não vão sentar para ganhá-la. Eles ou desistirão de ganhar, ou vão tentar descobrir de onde veio aquela comida para pegar sozinhos ou ainda vão fazer de tudo para tirá-la de mim. Animais com instinto selvagem não vão trabalhar por comida. Mas, sim, vão fazer algo por mais inusitado que seja para não saírem feridos. Se eu bater no meu gato sempre que ele passar pela direita ele vai começar a passar pela esquerda, pois ele não vai querer se machucar.

Por mais que um ou outro animal selvagem acabe atuando no esquema de recompensas. O circo investe e compra um animal, se ele não trabalhar no esquema de recompensa será que pensam “ah ok, você não quer trabalhar então vamos só cuidar de você”? Acho que não né? O mais provável é o tal do ditado “se não vai por bem vai por mal”.

Sem falar no simples transporte dos animais em curtas distâncias. Se eu precisar que e minha cachorrinha venha até mim basta eu chamar o nome dela. Se eu precisar que meus gatos venham até mim eu chamo, chamo novamente e de novo… as vezes eles vem, mas na maioria das vezes eu vou pego no colo e levo. Se chamaram três vezes e o elefante não veio vão pegar ele no colo ou vão puxar por correntes e cordas ou dar choques ou fincadas através de bastões com ferros?

0
Animais são imprevisíveis em um ambiente estranho e completamente não natural. Não são raros os casos em que os animais fogem do controle humano e buscam fugir daquele ambiente tão cruel em que vivem. E nesses casos pessoas saem feridas e mortas e os animais são sacrificados. Mesmo que você não se importe com os animais, você gostaria que seus filhos corressem o risco de se machucarem como dano colateral? Circos com animais não são legais pra ninguém.

5

Quando uma pessoa não consegue mais exercer o seu trabalho por conta de algum problema físico, mental ou simplesmente pela idade avançada ela se aposenta. E o que acontece com os “trabalhadores” gigantes dos circos? Não, não tem nada nem perto do INSS para dar uma ajudada. A maioria destes animais são abandonados nas cidades em condições deprimentes sendo recolhidos pelo Ibama e depois acolhidos em zoológicos com condições tão precárias quanto ou por santuários que passam meses ou anos aprendendo a lidar com os traumas destes animais e tentando dar um resto de vida um pouco mais digna para os mesmos.

Eu ainda não vi circos com animais que tenham seus próprios santuários para seus “funcionários” aposentados.

6

Felizmente já existem várias cidades, estados e até mesmo países que já perceberam que circos com animais não são legais e o uso de animais já é proibido por lei!

A real é que circos são lindos e encantadores e não precisam explorar animais para fazer arte. Os artistas mais incríveis trabalham para superar as suas próprias limitações e não exploram outros seres para isto. Vamos apoiar e incentivar circos em que pessoas vençam suas limitações e valorizar artistas tão incríveis como os trapezistas, contorcionistas e mágicos (nada de pássaros ou coelhos!)!

E quanto aos animais? Vamos deixar eles na selva de onde nunca deveriam ter saído. Seguindo seus instintos naturais e vivendo as suas vidas da maneira como devem ser. 🙂

2

Deixe uma resposta