Inspiração Tattoo | Vegan

Eu não tenho nenhuma tatuagem ainda. Ainda quero muito fazer ao menos uma, mas só vou fazer quando tiver muita certeza do que quero. Enquanto eu não decido o que tatuar eu fico pesquisando, pesquisando e salvando muitas inspirações.

Neste post, e nos próximos neste estilo, vou compartilhar várias ideias legais para ajudar quem assim como eu está tentando escolher o que tatuar.

Para hoje trouxe 10 inspirações de tattoos com a palavra “Vegan”! 🙂

Tattoo Vegan Tattoo Vegan Tattoo Vegan Tattoo Vegan Tattoo Vegan

Político | Eduardo Jorge

Não gosto de me envolver muito com política e quem tenta discutir política comigo fica no vácuo. Ultimamente tenho visto muitas discussões entre pessoas #teamlula e pessoas #teambolsonaro. Chega a me dar arrepios!

Ao invés de discutir com os outros e defender ferrenhamente candidatos com as mesmas promessas de sempre e dos quais só conheço por conta da grande mídia, gosto de procurar candidatos que tenham ideias mais diferenciadas e tenham pensamentos comuns aos meus com relação aos animais e meio ambiente.

As próximas eleições são só ano que vem, mas é legal já ir buscando políticos para ficar de olho e conseguir fazer uma boa escolha quando a data chegar.

Até agora não encontrei nenhum político que eu considerasse perfeito, com todos os pensamentos que eu gostaria que ele tivesse (Acho que preciso me candidatar! :P), mas encontrei alguns que tem posições favoráveis ao vegetarianismo e/ou bem estar animal e tenho feito uma listinha para ir acompanhando suas publicações e ações realizadas.

A minha ideia é ir compartilhando com vocês alguns políticos cujos quais estou acompanhando, para que vocês possam pesquisar sobre eles e verem se suas ideias fazem sentido para vocês também. O objetivo é passar apenas uma ficha técnica mesmo, para que vocês possam pesquisar e ficar de olho para tomar boas decisões no futuro. 🙂

Segue o primeiro político desta série de posts!

Eduardo Jorge

 

Nome: Eduardo Jorge

Partido: PV

Posição Política: Candidato à Presidente (eleições 2014)

 

 

Apoia:

  • Vegetarianismo (ele mesmo é vegetariano)
  • Agricultura Urbana
  • Cultivo de Orgânicos
  • Uso de Compostagem
  • Proteção do Meio Ambiente
  • Bem-estar Animal

Extra:

Assinou a carta de compromisso da SVB.

Redes Sociais:

Conhece feitos negativos ou positivos de Eduardo Jorge ou tem algum político para indicar para os próximos posts? Deixa aqui nos comentários! 🙂

Crianças Veganas: Mia and Sienna

Não tenho filhos (humanos 😉 ) ainda, mas pretendo ter no futuro (eu acho 😛 ) e sempre fico me questionando como é a vida de crianças veganas. Tenho certeza de que nutricionalmente é ótima, o que fico imaginando é os detalhes em si. Como é a relação delas com a comida? Como é a visão sobre os animais? Como é a relação na sociedade?

Quando eu fico imaginando demais eu gosto de pesquisar para de fato conhecer sobre o assunto, e pesquisando sobre crianças veganas encontrei várias delas que compartilham na internet a resposta pra muitas das minhas questões!

Eu acredito que muitos que visitam o blog também tem essa curiosidade ao pensar nos seus filhos (já existentes ou não), então vou ir compartilhando por aqui as crianças veganas incríveis que eu encontrar por essa internet. 🙂

Hoje venho falar da Mia e da Sienna, elas são irmãs e postam semanalmente vídeos no seu canal no Youtube, o Vegan Kid TV.

0

 

Mia é a mais velha, tem 11 anos e se tornou vegana há cerca de três anos, pouco depois de sua mãe ter mudado para este estilo de vida, como ela conta melhor neste vídeo aqui:

Sienna tem quatro anos e sempre foi vegan. A pequena se apresenta neste vídeo:

As duas são muito fofas! Ambas tem uma alimentação nutritiva, saudável e com eventuais guloseimas, como qualquer criança. No canal elas compartilham um pouco do seu dia a dia, suas refeições, receitas simples e bate papos. 🙂

1

Entrevista: Eduardo (Bar 5 PUCRS)

Por muito tempo eu trabalhei no Parque Tecnológico da PUCRS e quando eu parei de consumir produtos de origem animal foi no Bar 5 onde eu encontrei opções veganas de lanches, almoço e até mesmo docinhos.

Fazem alguns meses que eu não frequento mais o campus da PUCRS, mas quando frequentava conversava com o Eduardo e ele sempre se mostrou interessado em ter opções para o público vegano. Alguns dias atrás conversei com ele e ele topou em responder algumas perguntinhas sobre a relação do Bar 5 com o veganismo. Vamos conferir? 🙂

0

Há quanto tempo existe o Bar 5?

O bar 05 existe à 14 anos, desde 2002.

Quando surgiu a primeira opção vegana no cardápio?

A primeira opção vegana surgiu em 2012.

O que o levou a incluir opções veganas no cardápio?

Os clientes mostravam interesse por produtos veganos e como era algo pouco conhecido por nós, pedimos conselhos e sugestões para que pudéssemos satisfazer esta demanda latente.

Quais são as opções que o Bar 5 oferece para os clientes veganos atualmente?

Além de chocolates, salgadinhos, biscoitos e trufas, possuímos um prato para almoço e janta (bife de soja com molho de tomate, arroz, feijão, legumes refogados, alface, tomate e cenoura) e salgados de dois fornecedores, com massa semi-integral e normal.

Você tem notado um crescimento no público vegano? 

Sim, cada semestre que se inicia verifica-se um aumento neste público, principalmente entre os adolescentes.

Você tem planos de ampliar a gama de opções disponíveis no Bar 5 para o público vegano?

Sim, o único problema é que muitos fornecedores ainda estão em fase de iniciação e não possuem capacidade para atender uma demanda mais expressiva ou não apresentam a profissionalização necessária para atender o mercado. Acredito que com o aumento do consumo, isto irá mudar e muitas empresas sairão do mercado voltado para consumo próprio e amigos e partirão para o atendimento de terceiros.

Quais dicas você dá para empreendedores que pretendem adicionar opções veganas em seus cardápios?

Converse com seu cliente. Saia da sua zona de conforto. Informe-se, participe de feiras (em POA existe a feira vegana que é um ótimo lugar para conhecer sobre o veganismo e realizar contatos com possíveis fornecedores). E o principal, não esqueça que você está contribuindo para evitar o sofrimento dos animais.

1